O que é balanced scorecard?

Saiba mais sobre o conceito e de como essa gestão de desempenho deve estar no seu plano de negócios.  

O conceito de balanced scorecard foi desenvolvido em 1992, por Robert S. Kaplan e David S. Norton, e revolucionou os sistemas de medição e gestão de desempenho. Essas métricas preveem o futuro financeiro e não apenas relatam o que já aconteceu dentro da empresa.

Usando esse tipo de sistema, os gestores conseguem conectar as ações do presente com o resultado das metas ao futuro. É um tipo de estratégia que deve estar no plano de negócios de qualquer empresa! Neste post você vai conhecer um pouco mais sobre o balanced scorecard e como ele pode ajudar o seu negócio, continue lendo!

Gestão de desempenho

O balanced scorecard não substitui os métodos tradicionais de medição financeira mas, ele é capaz de complementar com outras três novas perspectivas: 

  • a dos clientes
  • dos processos internos de negócio 
  • e a do aprendizado e crescimento 

Assim, as empresas podem acompanhar os resultados das finanças ao mesmo tempo em que monitoram o desenvolvimento de suas capacidades, além de poderem adquirir outros bons que são fundamentais para o crescimento do negócio.  Na prática isso pode ser explicado em quatro processos: 

Simplificação da visão

É entrar em um consenso com os funcionários sobre a missão da empresa, para que objetivos e visões fiquem claros para todos os colaboradores e eles possam trabalhar com base nesses objetivos e entender como usar essas informações para traçar ações estratégicas. 

Comunicar e linkar

Esse processo ajuda o gerente a transmitir as estratégias do plano de negócios para os diferentes níveis hierárquicos e os relacionar a cada objetivo individual dos colaboradores do departamento. Desta forma todos são capazes de entender as linhas de ação a longo prazo e alinham seus objetivos e metas pessoais e do grupo à elas. 

Planejamento do negócio

É o terceiro pilar do balance scorecard, pois integra o gerenciamento e o setor financeiro para que juntos possam realocar recursos e definir prioridades. Desta forma, ambos setores investem apenas nas iniciativas que contribuem para os objetivos estratégicos do plano de ação a longo prazo. Por isso, no começo deste artigo, comentamos sobre o bsc ser muito importante no plano de negócios da empresa, essa capacidade de integração é fundamental. 

Feedback e aprendizado 

Este quarto processo serve para que a empresa consiga avaliar os resultados a curto prazo sob as perspectivas dos clientes, processos internos e aprendizado e crescimento. Desta forma, as estratégias que são adotadas podem ser avaliadas e adaptadas de acordo com a performance. 

Para colocar o balance scorecard em prática

O gestor deve analisar alguns pontos antes de apostar nesta estratégia. Um deles é pensar em como a empresa deve ser vista pelos acionistas e assim alcançar o sucesso financeiro; outro ponto é analisar quais os processos internos devem ser dominados para que clientes e acionistas fiquem totalmente satisfeitos, além de considerar também como o negócio quer ser visto pelos clientes. 

Por meio da junção das análises qualitativas e quantitativas, o bsc ajuda os gestores no estabelecimento de estratégias desde o plano de negócios até a consolidação da empresa. Visando garantir que cada pessoa envolvida no processo consiga implementá-las, por isso podemos dizer que o balance scorecard começou como um sistema que mede desempenho para se tornar um novo modelo de sistema de gestão. Pois, com ele é possível avaliar  a capacidade dos funcionários, a qualidade dos ciclos de processos, a perspectiva dos clientes e o retorno sobre o capital investido. 

Gostou do nosso post? Deixe nos comentários mais dúvidas sobre estratégias para melhorar a gestão de empresas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *