Como Funciona um Inversor Solar Híbrido?

Não é necessariamente uma dúvida dos inscritos aqui do canal, nunca vi essa pergunta aqui, mas eu acredito que algumas pessoas talvez devam pensar dessa forma ou ter também essa dúvida, que diz respeito aos inversores híbridos, não digo híbrido On Grid e Off Grid, seria inversores Off Grid mas que são taxados de híbridos, já até comentei aqui no canal, depende bastante, só pelo fato de um inversor ter um controlador de carga e o inversor junto do mesmo o equipamento já pode ser chamado de híbrido, mas nesse caso é esses inversores que tem o MPPT, eu posso ligar a placa fotovoltaica nele e coloco meu banco de baterias, ligo ele na rede elétrica, ele vai fazer aí para mim o carregamento da bateria com placas juntando com a rede de acordo com o que eu configurar.

Neste final de semana eu dei um treinamento presencial, foi sexta, sábado e domingo, 8h cada dia para um pessoal aqui de Taubaté, e a dúvida de um deles era justamente sobre inversores híbridos, ele me fez a seguinte pergunta: “num inversor híbrido de 5000w eu posso ligar toda minha carga na saída do inversor e ele vai fazer o direcionamento automático de acordo com as cargas?”.

A visão dele seria o seguinte: tem um inversor de 5000w, ligo todas as cargas da minha casa, ou seja o inversor vai ficar ligado lá para ligar tudo que eu tenho na casa e ele vai trabalhando até chegar nos 5.000 watts, quando chegar em 5.000 watts ele vai simplesmente desviar a potência excedente para rede elétrica, e não é dessa forma que funciona, não sei se você que tá aqui acompanhando a Live já pensou dessa maneira, teve essa dúvida.

Mas acredito que muitas pessoas devam ter esse tipo de dúvida, achar que funciona dessa forma e não é assim, se o inversor é de 5.000 watts você só vai poder ligar ali uma potência de até 5.000 watts, já falei várias vezes aqui no canal, sempre também alerto quando dou curso presencial, que não deve-se ligar mais do que 80… usar mais do que 80% da capacidade do inversor para que você mantenha a vida útil dele o mais longa possível, mas se ele é de 5.000 watts você pode em teoria usar até os 5.000.

Mas no caso do inversor híbrido, chegou nos 5.000, se você ligar mais potência do que isso, ele vai entrar em proteção, ele não vai desviar o excedente para jogar na rede elétrica, não é assim que ele funciona, o funcionamento dele pelo fato de ser híbrido, é justamente porque ele tem um controlador de carga mppt que você liga ele na rede elétrica e tem uma automação de acordo com a carga do seu banco de baterias.

Você pode também configurar ele para atuar como se fosse um nobreak, ou seja na falta de energia da rede elétrica ele vai atuar e começar a pegar do banco de baterias, você pode fazer esse tipo de configuração no inversor híbrido, a maioria deles permite esse tipo de configuração, a maioria também permite você configurar para carregar com as placas e carregar da rede elétrica ao mesmo tempo, ou seja, se você precisa de uma determinada quantidade de amperes para carregar o banco de baterias mas o dia tá nublado, gerando pouco, com as placas ele vai pegar o restante que falta da rede elétrica para poder carregar e quando faltar energia, ele vai passar para o banco de baterias. Ou você pode estar utilizando do banco de baterias enquanto está carregando com as placas, conforme a tensão do banco de baterias cair, ele vai contar automaticamente para a rede elétrica e vice-versa.

É completamente possível configurar isso na maioria dos que eu já vi, e você faz configuração de acordo com que você precisar, mas jamais ele vai desviar o excedente da rede elétrica, aliás, o excedente que tiver no inversor para sua rede elétrica e fica lá na rede elétrica aquela parte que excedeu, não é assim que funciona, até porque internamente ele tem os relés que fazem a comutação no lugar de um contator convencional, contator auxiliar ou dois contatores de potência, lá interno ele vai ter as suas trilhas de potência, ele vai ter todo o reforço para etapa de potência junto com o relé com base na potência final dele.

Então se você exceder esse limite, com certeza absoluta esse inversor vai entrar em proteção, se não for um inversor bom, um inversor de qualidade, simplesmente ele vai queimar ou danificar alguma coisa, entrar em curto, alguma coisa vai acontecer com ele caso não tenha nenhum dispositivo de proteção.

E se ele tiver dispositivos de proteção ele vai estar sempre entrando em proteção quando tiver este excedente de energia ou de carga que você demandar dele na verdade, ele ligou uma carga maior simplesmente vai acontecer isso, tá? Não sei se você que acompanha aqui o canal já teve essa dúvida, se você também acompanha Live tem esse tipo de dúvida, mas acredito que vai elucidar um pouco muitas pessoas que devam ter essa dúvida, que talvez nem imaginava que era assim que funcionava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *