Porque o cabelo cai?

A queda de cabelo faz parte da vida cotidiana tanto do homem como da mulher, sim, entope o ralo do chuveiro e, sim, significa que você precisa aspirar a cada dois dias ou seu tapete se transforma em um tapete peludo … Mas o fato é que a perda de cabelo é totalmente normal.

Em média, perdemos cerca de 80 fios por dia, se você começa a perder muito mais do que isso ou percebe que eles não estão voltando a crescer, bem, é aí que as coisas começam a ficar um pouco cabeludas (então, não dá para evitar).

A coisa é, quando se trata de perda de cabelo, há assim muitos gatilhos potenciais, que significa que pode ser complicado para identificar a razão exata pela qual seus fios estão caindo, e, doravante, como para remediar a situação.

A perda de cabelo é um problema muito comum para as mulheres muito mais para que as pessoas percebam. Pesquisas mostram que pelo menos 1 em cada 3 mulheres sofrerão com perda de cabelo ou volume reduzido de cabelos em algum momento da vida. Portanto, se você está perdendo fios, é importante não se desesperar, sua juba se recuperará. Enquanto isso, aqui está tudo o que você precisa saber.

Em primeiro lugar, existem diferentes tipos de perda de cabelo, genética e reativa …

Significa que você poderá observar uma redução gradual e gradual no volume do cabelo . Nesses casos, certos folículos capilares são sensíveis aos hormônios masculinos  e essa sensibilidade faz com que os folículos encolhem gradualmente e produzam cabelos levemente mais finos e curtos a cada ciclo de crescimento capilar.
Isso significa que sua perda de cabelo é o resultado de um gatilho. O excesso diário de queda de cabelo (conhecida como eflúvio telógeno) não depende de uma predisposição genética, ocorre como resultado de um desequilíbrio interno ou perturbação, como deficiência nutricional, estresse severo, dieta intensiva ou doença.

Os hormônios desempenham um papel enorme na regulação do ciclo de crescimento do cabelo. Os estrógenos (hormônios femininos) são ‘amigos dos cabelos’ e ajudam a manter os cabelos em sua fase de crescimento pelo período ideal de tempo. Os andrógenos (hormônios masculinos) não são muito amigos dos cabelos e podem reduzir o ciclo de crescimento dos cabelos”.

“Um excesso de andrógenos (que pode ser causado por um distúrbio endócrino, como a síndrome do ovário policístico ) pode causar perda de cabelo. A extensão disso geralmente se deve aos genes  se você tem uma predisposição genética para a sensibilidade folicular, pode ocorrer um desequilíbrio hormonal. afeta seu cabelo mais do que alguém que não tem predisposição.

Benefícios da Moringa

Quase todas as partes da árvore da Moringa são consideradas benéficas, sejam elas ingeridas ou usadas como tratamento tópico. Muitos nomes locais coloquiais foram dados a essa árvore para ilustrar suas qualidades multifuncionais em ajudar o corpo de uma forma ou de outra. Muitas culturas usam a semente, casca, folha e raiz para suas propriedades nutricionais e de saúde. Listados abaixo estão alguns desses usos.

BENEFÍCIOS DE MORINGA:

As folhas da árvore moringa estão cheias de vitaminas e minerais essenciais, acredita-se que a moringa tem mais nutrientes na folha do que qualquer outra planta ainda conhecida.

Moringa contém 45% de proteína completa (o que significa que contém todos os 9 aminoácidos essenciais), tornando esta uma excelente fonte de proteína para os veganos. As proteínas são os blocos de construção da vida usados para fazer enzimas, hormônios, neurotransmissores, músculos, tendões e pele – sem proteína, nossos corpos seriam bioquimicamente desmantelados.

A moringa é rica em vitaminas A, E e C – uma potente combinação de antioxidantes. O estresse diário, a poluição e os alimentos processados podem levar à formação de radicais livres – estes são átomos desonestos ou grupos atômicos que perderam pelo menos um elétron e são forçados a roubar elétrons das moléculas vizinhas na esperança de se estabilizarem, o que pode causar estragos. o corpo – essas vitaminas antioxidantes têm a capacidade de procurar com segurança e neutralizar os radicais livres. As vitaminas A e C também são bem conhecidas em seu papel de apoiar um sistema imunológico saudável.

A moringa beneficia o cérebro devido aos seus altos níveis de vitaminas do complexo B – estas são extremamente importantes para a saúde do cérebro, protegendo a integridade da barreira hematoencefálica e ajudando a produzir vários hormônios que mantêm o moral elevado e o estresse.

A moringa também é extremamente rica em minerais essenciais; cálcio, magnésio, ferro, potássio e fósforo – estes são vitais para vários processos no corpo, incluindo o suporte de uma estrutura óssea saudável, protegendo o sistema nervoso central e mantendo a pressão arterial normal.

Folclore e História

Possivelmente, a primeira menção de Moringa na literatura mundial vem do texto ayurvédico do Charaka Samhita datado de cerca de 800 aC. Embora esta possa ser a primeira evidência escrita, acredita-se que a história do uso de Moringa se estenda muito mais para o período dos antigos egípcios e gregos antes de se espalhar para a sociedade romana.

De acordo com os acadêmicos, a árvore Moringa tem sido usada por uma série de razões ao longo da história. Alguns destes usos incluem agentes de limpeza domésticos dos sucos das folhas, corante azul feito da casca, fertilizante feito a partir do bolo de sementes, tanino da casca e goma para o curtimento de peles de animais, adubo verde das folhas, árvore goma dos troncos das árvores e, claro, remédio.

Constituintes

Os benefícios da moringa são derivados da alta concentração de nutrientes biodisponíveis da planta. Contém altos níveis de Vitamina A, Vitamina B1, Vitamina B2, Vitamina B3, Vitamina B6, Vitamina C, Vitamina E e Vitamina K. As folhas de Moringa secas também contêm altos níveis dos minerais Cálcio, Magnésio, Potássio, Fósforo e Ferro.

Existem 9 aminoácidos essenciais, todos presentes no pó seco da folha de Moringa:

Acisoleucina constrói proteínas e enzimas e fornece ingredientes usados para criar outros componentes bioquímicos essenciais no corpo.

A leucina trabalha com isoleucina para construir proteínas e enzimas que aumentam a energia e o estado de alerta do corpo.

A lisina garante que o seu corpo absorve a quantidade certa de cálcio.

A metionina fornece principalmente enxofre ao seu corpo. A fenilalanina produz o químico necessário para transmitir sinais entre as células nervosas e o cérebro.

A treonina é uma parte importante das proteínas de colágeno, elastina e esmalte. Triptofano apoia o sistema imunológico, alivia a insônia e reduz a ansiedade, a depressão e os sintomas da enxaqueca.

A valina é importante na promoção de uma mente afiada, músculos coordenados e um humor calmo.

A histidina é usada para desenvolver e manter tecidos saudáveis em todas as partes do corpo, particularmente as bainhas de mielina que revestem as células nervosas e asseguram a transmissão de mensagens do cérebro para várias partes do corpo.

Precauções

Textos ayurvédicos observam que a Moringa não deve ser tomada por mulheres durante o período menstrual. Também aqueles com um estômago sensível devem usar com moderação como Moringa adiciona calor ao estômago.

Cabelos Loiros: conheça os melhores tratamentos para cabelos loiros

Cabelos loiros naturais, tingidos ou com mechas – não importa! Sempre existe um tratamento ideal para o seu tipo de loiro, seja para hidratá-lo ou manter seus fios sempre radiantes.

Sabe-se que um dos grandes vilões do cabelo loiro é o temível amarelado, aquele tom forte causado por determinados produtos, excesso de calor sem proteção, entre outras causas.

Portanto, se você pretende ficar loira ou quer cuidar dos seus fios naturais, sem deixar de tomar sol e banho de piscina ou mar, é só conferir as dicas para cuidar dos cabelos loiros neste artigo.

Tratamentos para cabelos loiros

Todo cabelo precisa de uma rotina de tratamentos para se manter forte e saudável, ainda mais quem descolore para se tornar a nova blonde da cidade. Por isso, alguns cuidados básicos fazem toda diferença e nem sempre é necessário gastar muito.

Confira os melhores tratamentos para cabelos loiros:

Produtos matizadores

Sabe aquele efeito amarelado que persegue as loiras devido ao uso de produtos coloridos, falta de proteção solar e de hidratação? O ideal é usar shampoo, condicionador e máscara arroxeados (matizadores) a fim de evitar a oxidação dos fios.

Os matizadores possuem a função de neutralizar a cor e reavivar os fios, mesmo os loiros naturais. Isso porque eles sofrem muito mais a ação da piscina e o sal do mar, deixando-os amarelados ou até esverdeados.

Produtos com proteção solar

Já vimos que o cloro da piscina, sal do mar e os raios solares são muito prejudiciais aos cabelos loiros saudáveis. O ideal é enxaguar os fios no chuveiro e usar cremes com FPS, para blindar os efeitos do sol e dos poluentes.

O uso de chapinha, secador e babyliss danifica todo tipo de cabelo, mas o loiro sofre com as agressões por ser mais sensível. Sendo assim, nunca esqueça o protetor solar antes de usar esses equipamentos.

Hidratação, nutrição e reconstrução

Cabelos loiros muito danificados, quebradiços e elásticos precisam de uma boa rotina de tratamentos. Se você abusou do sol, do mar, não usou protetor solar nem investiu em matizadores, então é hora de repor nutrientes e água em seus fios.

Reconstrução

A máscara reconstrutora recupera a fibra capilar, fortalece o couro cabeludo e impede a quebra dos fios. Para que isso aconteça é preciso que esses produtos reconstrutores sejam ricos em proteínas – como a queratina (keratin, hydrolyzed keratin), por exemplo.

Além disso, não devem ser usados todos os dias ou toda semana se os seus cabelos não estiverem tão prejudicados. O tratamento contínuo pode causar efeito rebote (quando os danos voltam com mais força).

Nutrição

Devolver a oleosidade natural dos cabelos loiros é a função da máscara nutritiva, que repõe os lipídios da fibra capilar. Para isso, a máscara precisa conter óleos ou manteigas (argan, karité, macadâmia, etc) na quantidade necessária para o tamanho do ressecamento ou de acordo com a oleosidade natural do cabelo.

Hidratação

Essa etapa é sempre importante e não deve ser descartada. A máscara de hidratação devolve a água aos fios, promovendo maciez e redução do frizz. Procure produtos que contenham glicerina, ceramidas, D-panthenol, aloe vera, gérmem de trigo, extrato vegetal, derivados do açúcar, óleo de rícino, elastina, colágeno, entre outros.

Cuidar dos cabelos loiros é fundamental para manter a cor sempre deslumbrante, com aspecto limpo e saudável, sem risco de quebra e danos ainda maiores.

Se os seus fios estão extremamente deteriorados procure um especialista que possa te orientar sobre os melhores tratamentos para o seu cabelo loiro. Não deixe que uma das cores mais desejadas pelas mulheres perca o seu brilho!