Quanto dá pra pegar no empréstimo pessoal

Os valores disponíveis para contrato de empréstimo pessoal são determinados pelo banco ou instituição financeira com a qual você está negociando o empréstimo. Para estipular o limite de crédito eles irão considerar o valor total da sua renda, e estimar assim a sua capacidade de arcar com a dívida adquirida e as parcelas do empréstimo pessoal.

Junto com o valor das parcelas os bancos ou instituições financeiras estabelecem também um valor máximo que poderá ser solicitado baseado em sua renda. Esse limite disponibilizado pode ser diferente de acordo com algumas condições. Caso você já possua no banco em que está fazendo adesão a um empréstimo uma conta ativa e possui um bom relacionamento com a instituição poderá ter um valor mais alto liberado.

Agora em contrapartida se você está fazendo um empréstimo pessoal junto de uma instituição financeira com a qual nunca teve nenhum contato, certamente seu limite de crédito pessoal será um pouco mais baixo. Nesse caso levarão em conta para o estabelecimento do seu limite apenas o valor da sua renda comprovada, que muitas vezes pode não ser o valor real da sua renda levando a disponibilização de valores mais baixos para o empréstimo pessoal.

Um outro cenário é a oferta de um valor total do empréstimo pessoal superior ao solicitado inicialmente, muitas vezes com prazos maiores para pagamento e parcelas menores. Quando isso acontecer, não vá aderindo à proposta sem questionar a sua real necessidade, avalie o valor que realmente precisa adquirir no empréstimo pessoal, se será uma vantagem a obtenção de um valor maior, se vale mesmo a pena estender o pagamento dessa dívida.

Avalie também o quanto você estará economizando com um empréstimo pessoal de menor valor e com tarifas mais baixas, pois a economia na obtenção de uma dívida menos pode ser mais vantajosa do que o montante oferecido e à longo prazo se caracterizar como uma melhor opção para sua vida financeira.

Como solicitar empréstimo pessoal online

O que fazer quando você precisa fazer um gasto de última hora, mas a grana está curta? O empréstimo pessoal virou uma solução viável para essas pessoas que precisam com urgência de um dinheiro extra.

Hoje em dia o empréstimo pessoal online é a melhor opção para quem não quer enfrentar filas e burocracia em bancos. Através da internet, é possível fazer um empréstimo de forma simples e rápida.

Basta fazer buscas por financeiras de confiança e nelas simular o valor da sua dívida. Após isso, você irá comparar os valores e escolher o que for melhor para você.

Mas tome cuidado para não cair em golpes e com isso perder dinheiro. O empréstimo pessoal é um benefício prático e que pode ser solicitado no conforto do seu lar.

Quais os tipos de empréstimo pessoal online

Através da internet, é possível solicitar um empréstimo pessoal e um cartão de crédito. Outrossim, o empréstimo consignado e o financiamento de casa e carro também são possíveis de solicitar.

Como solicitar um empréstimo pessoal online?

Solicitar um empréstimo pessoal é muito fácil. Você pode procurar as financeiras ou bancos que realizam esse empréstimo online.

Tudo irá depender do valor a ser solicitado. Caso não seja muito alto, você conseguirá finalizar todo o processo de forma digital e receber o valor solicitado na sua conta corrente.

Inicialmente, faça uma simulação de empréstimo pessoal, depois avalie os tipos de empréstimo. E seguida, veja qual a melhor forma de pagamento para você e por fim, envie os documentos para a financeira ou o banco de sua preferência.

Você receberá uma resposta sobre a análise do crédito, e então poderá verificar o valor na sua conta corrente.

Se tiver dúvidas, entre em contato com a central de atendimento do banco ou financeira que você escolher. Tire suas dúvidas principais, sobre parcelamento, juros, etc.

Empréstimo para MEI: Veja como funciona

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma forma de pessoa jurídica destinada à microempresas que trabalham sozinhos, mas precisam de um CNPJ. Geralmente as taxas são baixas e a maneira de abrir o cadastro é bem simples, basta fazer um cadastro no portal do empreendedor. São muitas instituições financeiras que oferecem crédito para esses empreendedores, são oferecidos como o Empréstimos para MEI.

O microempresário que está naquele processo de iniciar a sua carreira, está trabalhando por conta própria é o mesmo que precisa de um incentivo para conseguir alavancar. Com o negócio começando, ele precisa de dinheiro em caixa para conseguir investir e ter um retorno. Por isso, essa modalidade de empréstimo é muito interessante, deixa claro que os grandes bancos também estão de olho nesse público, ajudando com esse ‘incentivo’.

Linhas de crédito de Empréstimos para MEI

Os empréstimos para MEI são disponibilizados através de duas linhas de crédito:

Crédito

São como empréstimos convencionais. O Microempreendedor tem a possibilidade de solicitar empréstimos para MEI em instituições financeiras públicas ou privadas. Só fique do olho nas taxas de juros, pesquise antes de contratar.

Microcrédito

O Microcrédito é um dos programas sociais do governo federal. O objetivo dele é auxiliar os microempreendedores que não estão conseguindo comprovar renda para as instituições financeiras.  Afinal, essa categoria de empreendedores só pode ter um faturamento de no máximo 120 mil anual.

Para conseguir o microcrédito o empresário não irá precisar comprovar renda, porém, é necessário que apresente algo para garantia, como um imóvel, fiador ou um grupo solidário (composto por duas ou mais pessoas que agem como fiador, se responsabilizando pela dívida em caso de não pagamento) como condição para contratação para empréstimos para MEI.

Mas, fique atento. Antes de solicitar empréstimos para MEI, faça um bom planejamento de como irá investir o dinheiro solicitado. Afinal, sem planejamento você não irá direcionar corretamente o dinheiro e terá prejuízos.

 

Dicas úteis para selecionar móveis modernos

Tome seu espaço em consideração

Em primeiro lugar, leve em consideração o espaço onde você estará colocando os móveis. Considere também o tamanho da sala. Isso lhe dará uma boa idéia sobre como melhor preencher a sala sem fazer com que ela pareça surrada e confusa.

Decida o tamanho do mobiliário

Uma vez que você está claro no espaço, você pode entender o tamanho do mobiliário que você pode optar. Se o quarto é pequeno, então vá para um pequeno sofá e mesa de café, por exemplo. Se você tiver um espaço maior, obviamente precisará de móveis em uma escala maior. Não cometa o erro de mobilar o seu quarto grande com móveis muito pequenos, ou vice-versa, ou o seu espaço será desproporcional.

Ir para móveis duráveis ​​e confortáveis

Se você quer valor pelo dinheiro que gasta e quer que sua mobília durar a longo prazo, opte por móveis mais duráveis. Procure quadros de madeira maciça em vez de madeira clara, painéis de partículas ou estruturas metálicas leves. Antes de comprar os móveis, verifique se é confortável. É importante que a sua peça de mobiliário pareça elegante, mas também confortável para se sentar.

O acabamento e tecido

O acabamento dos móveis e do tecido usado no sofá ou nas cadeiras é muito importante. Peças de madeira expostas no seu mobiliário podem ser alteradas de tal forma que o seu conjunto de sofás tradicional pareça contemporâneo. O tecido deve ser escolhido com base no uso do móvel e na sala onde ele será usado. Geralmente, tecidos macios e de cores claras são uma escolha popular para a sala de estar. Isso fará com que sua sala de estar pareça sóbria, mas haverá a questão de manter a limpeza da peça. A opção por tons mais escuros pode ser uma opção de estilo de vida melhor, mas certifique-se de evitar qualquer coisa que pareça alta e extravagante.

Seja não convencional

Se você realmente quer que a mobília em sua casa pareça elegante e chique, considere algo um pouco mais convencional. Opte por designs, que ninguém poderia ter usado antes. Existem lojas que oferecem projetos personalizados para ajudá-lo a fazer uma escolha apropriada. Aprenda a definir a tendência em vez de apenas seguir a multidão e experimentar cores, acabamentos e designs.

 

Seguro Viagem: 2 Vantagens de contratar seguro viagem

Viajar é um dos melhores prazeres da vida. Sabemos que muitas pessoas esperam e se planejam o ano todo para realizar a viagem dos sonhos durante as férias.

E, de fato, viajar traz muitas vantagens para a mente humana. Através de uma viagem conhecemos novos lugares, novas culturas, experimentamos novas culinárias e ainda podemos treinar novos idiomas.

Muitas pessoas passam todo o ano se planejando financeiramente para uma viagem ao exterior, por exemplo. Porém, algumas se esquecem de um atributo importante, o seguro viagem.

Vantagens de contratar seguro viagem

Contratar um seguro viagem pode parecer dispensável porém, além de ser obrigatório em alguns países, é de extrema importância para garantir a segurança do viajante.

Porém, muitas pessoas julgam esse serviço como algo desnecessário e não se preocupam em adquirir um seguro viagem que contemple suas necessidades.

Mas, as vantagens de contratar são inúmeras. Você poder contar com a segurança de ter uma assistência caso algo saia errado na sua viagem.

O seguro viagem garante assistência médica, odontológica, hospitalar, para imprevistos com bagagens, emergências, morte, invalidez permanente ou não, coberturas de voos (em caso de atrasos) e outras infinitas vantagens.

Cobertura para perda de documentos

O Seguro viagem internacional possui a cobertura de perda de documentos. Perder documentos em outro país pode gerar muita dor de cabeça para você em sua viagem. A verdade é que ninguém espera que esse tipo de coisa aconteça durante uma viagem porém, pode acontecer e acontece com muitas pessoas.

Porém, se você tiver um seguro viagem você recebe a orientação da seguradora para resolver esse problema da melhor e mais fácil forma possível. Sem burocracias.

Considerando que o seguro viagem é obrigatório em alguns países da Europa, todos que fazem parte do tratado de Schengen, você garante livre acesso no continente europeu contratando um seguro viagem antes. Afinal, imagina você se programar para uma viagem na Europa e ser impedido de entrar no país por não ter seguro viagem.

Em Porto Alegre: 38 condutores de táxi não entregaram exame toxicológico e estão proibidos de dirigir

Ao todo trinta e oito taxistas não fizeram a entrega do exame toxicológico que é obrigatório desde junho do ano passado. Dos 6.416 condutores, 6.378 apresentaram o laudo à Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), correndo o risco de ser flagrado e ter seu veículo recolhido pela não entrega do exame.

 

A data limite para a entrega era até 21 de Dezembro. Após essa data, o taxista que for flagrado pela EPTC, e não tiver o laudo, terá seu veículo recolhido. Os condutores que não apresentaram o laudo, não terão seu descadastramento, só ocorrerá se for flagrado pela blitz ou tentarem renovar o carteirão sem o exame, mas mesmo assim poderão realizar o exame para renovar o carteirão.

 

Caso o motorista for abordado sem o exame, o mesmo poderá realizá-lo, requisitar o carteirão e voltar a dirigir. É uma estratégia para que a sociedade, em questão, possa estar legalizado quanto à habilitação e a circulação de transporte.

 

— Por ser um número pequeno de condutores que não realizarem o exame, com certeza, serão flagrados se resolverem dirigir um táxi – afirmou o Gerente de Fiscalização de Transporte da EPTC, Luciano Souto, e afirmando que o exame aumenta a segurança dos passageiros.

 

E ainda de acordo com o gerente da EPTC, todos os dias táxis são fiscalizados e feitas eventualmente operações visando os exames. Até agora 24 taxistas já foram flagrados dirigindo sem entregar o exame, tendo assim seus carros recolhidos até que regularizem a sua situação.

 

Entre Fevereiro e Julho, cerca de mil motoristas não realizaram a renovação do carteirão. O motivo da não renovação seria maior fiscalização e baixa remuneração, muitos mudando para ser motoristas de aplicativo, como o UBER.

 

No início do mês 99 taxistas foram denunciados pelo Ministério Público, por fraude nos exames toxicológicos. Sendo assim afastados, se a denúncia for confirmada não poderão mais voltar a dirigir, conforme a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

 

A ideia é que a população esteja mais consciente desse exame, para evitar eventuais problemas com a legislação e ser autuado. Para que os motoristas não tenham a permissão da direção proibida, o ideal é seguir à risca todas as exigências de trânsito e conformizar todos os trâmites. 

 

Ande com segurança e proteja todos ao seu redor. Direção defensiva é andar seguro!

Velocidade da internet: Motivos para medir a velocidade da internet

A internet se tornou um serviço indispensável em nosso dia a dia. Dependemos da internet para entretimento, para trabalhar, para estudar, para pesquisar e planejar a nossa vida. A internet está em todos os lugares através de nossos celulares nos mantendo conectado o tempo todo.

Porém, o que muita gente não sabe é que no Brasil nós temos a pior internet do mundo, a de pior qualidade. E, como se não bastasse, também temos a internet mais cara do mundo. O pior serviço e o pior preço.

Por esse motivo, é importante pesquisarmos bem antes de contratar um serviço de internet. Justamente para evitar pagar preços abusivos por uma internet de qualidade ruim.

Mas, após contratarmos o serviço de internet também podemos verificar constantemente se estamos de fato recebendo a velocidade pela qual estamos pagando, fazemos isso medindo a velocidade da internet.

Motivos para medir a velocidade da internet

Existem muitos motivos para medir a velocidade da internet.

O principal deles é o já citado acima, ter a certeza de que estamos recebendo a internet que estamos pagando. É preciso verificar constantemente se estamos recebendo a velocidade que foi contratada no pacote de internet.

Além disso, se estamos constantemente medindo a velocidade da internet também temos como provar, caso não recebemos a velocidade contratada. Você pode tirar prints dos resultados para guardar e futuramente recorrer na justiça contra a empresa para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

Você também consegue concluir com maior sucesso as suas tarefas quando mede a velocidade da internet constantemente. Sabemos que uma internet instável ou com baixa velocidade, pode prejudicar todos os nossos afazeres.

Você não consegue assistir um vídeo com qualidade, um filme e nem mesmo enviar um e-mail se a velocidade da sua internet estiver muito baixa. Imagina que frustrante você ter de parar de assistir um filme no meio porque a velocidade da internet caiu.

Melhor medir a velocidade da internet antes.

Cotar empréstimo: Como fazer cotação de empréstimo online

Emprestar dinheiro pode ser uma necessidade em algum momento da sua vida. É comum passar por problemas financeiros e necessitar de um auxílio financeiro, seja por falta de controle ou por imprevistos que podem surgir.

O fato é que existem muitos brasileiros endividados com empréstimos no Brasil. E, muitas empresas se aproveitam disso com juros e taxas altíssimas ou até mesmo, abusivas.

Por esse motivo, é importante que, antes de realizar um empréstimo, você faça uma pesquisa para cotar empréstimo.

Como cotar empréstimo

Existem diversas formas de cotar empréstimo. Você pode entrar no site do próprio banco que deseja emprestar e realizar uma cotação online. Você coloca o valor que deseja, em quantas vezes deseja cotar empréstimo e o próprio site calcula quanto tempo você passará pagando o empréstimo, já incluindo a taxa de juros.

Além de calcular pelo site do banco, se você deseja fazer um empréstimo consignado, ou seja, se você for pensionista do INSS ou funcionário público, você pode cotar empréstimo pelo site do banco central.

Da mesma forma, você informa o valor total que deseja emprestar, qual valor das parcelas você pode pagar e o próprio site te informa o tempo em que você irá levar para quitar o empréstimo e pagar todas as parcelas, já incluindo a taxa de juros.

No site do Serasa Experian você também pode cotar empréstimos. Pois é, o serasa também disponibiliza uma plataforma que faz cotação. Você entra no site, informa o valor que deseja emprestar e qual o valor das parcelas que você pode pagar. O site calcula o tempo também que você levará para pagar o valor total emprestado.

Você pode também, cotar empréstimo em outros sites pela internet. Existem diversas opções para cotar empréstimos em sites que, com um simples clique, cotam para você em diversas financeiras e bancos e você pode escolher a opção que melhor atende as suas necessidades.

 

Contratar seguro automóvel: Como não errar na hora da contratação

Quando for contratar seguro automóvel fique atento a alguns itens que são importantes para fazer um bom negócio.

Antes de tudo é importante avaliar o seu perfil: o quanto usa o carro, se viaja muito e percorre grandes distâncias com ele, seu carro permanece mais tempo na rua ou em garagem fechada, você utiliza o carro todos os dias, ou apenas alguns dias da semana.

Depois de conhecer seu perfil você irá conseguir avaliar melhor as propostas feitas pela corretora. Se viaja bastante é interessante adquirir um seguro com cobertura territorial extensa e não local. Se o uso do carro é algo necessário para você todos os dias é interessante conferir se o seguro te oferece um carro reserva em situação de inutilização do seu, para caso venha precisar um dia.

É importante passar informações verdadeiras e exatas para a seguradora no momento contratar seguro automóvel, pois caso haja divergências constatadas sua apólice de seguro pode ser invalidada no momento que for acionada.

O valor do seguro irá variar de acordo com os serviços inclusos na apólice, alguns serviços são básicos e não podem ser deixados de fora na tentativa de obter um seguro mais barato, como: Seguro contra colisões, roubo e furto, incêndio. Por mais básico que seja seu seguro ele precisa conter esses serviços.

Fique atento também ao valor da franquia cobrada em caso de acionamento do seguro, algumas operadoras possuem valores de acionamento muito mais alto que outras, se tornando uma opção desvantajosa.

Antes de contratar seguro automóvel verifique tudo que está incluso na apólice, avalie os serviços adicionais inclusos e se você realmente precisa de todos eles. Uma forma de economizar é retirar serviços adicionais com pequenas chances de ser utilizados, que caso a apólice não seja avaliada com atenção nem sabemos que possuímos e acabamos pagando caro por eles.

Fox: Como ver os valores na Tabela FIPE

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, conhecida como FIPE, criada em 1973 sem fins lucrativos, tem como objetivo prestar apoio ao Departamento Econômico de algumas instituições, a partir de 2001 começou a pesquisar valores de veículos automotores como carros, caminhões e motos de acordo com modelos e versões, para financiamento como base de cálculo, sinistro, seguro e avaliações.

A Tabela FIPE funciona de acordo com os preços que estão sendo praticados no mercado de todos os carros em diferentes modelos e versões, comparando a média de valores calculados para o consumidor, servindo como referência de valor de venda e compra do carro no mercado nacional tanto novo como usado, sendo inclusive utilizada para referência de valores de IPVA.

Para consultar a tabela FIPE Fox é necessário acessar a Tabela FIPE para ter acesso às informações, assim é possível selecionar o tipo de veículo, e ano modelo, após essas informações é possível saber a referência do valor veículo gerando um poder de negociação.

É importante que o consumidor saiba que a tabela FIPE Fox não considera acessórios e blindagem do veículo, avaliando os opcionais entre básico, intermediário e completo, entretanto, seus valores são determinantes para valores do seguro que na maioria das vezes utiliza os valores do veículo para perda total ou sinistro.

O valor de mercado do veículo pode ser maior ou menor do que o valor da tabela FIPE Fox considerando estado, acessórios e/ou opcionais.

Durante uma negociação, é possível visualizar valor máximo ou valor mínimo de um veículo que geralmente são anunciados em sites de venda e compra de automóvel, porém, são valores de tabelas próprias, uma vez que a Tabela FIPE trabalha com o preço médio de valor de mercado.

No caso de veículos seminovos e usados também são usados como referência na Tabela FIPE de acordo com a média calculada entre a grande maioria dos valores levantados. Com essas informações fica mais fácil consultar o valor do seu veículo.